"Torna-te o que tu és!"(Nietzsche)



"Mantenha-se atrás da faixa amarela, não chegue muito perto, não acerque-se de meus traumas, não invada meus mistérios, não atrite-se com o meu passado, não tente entender nada: é proibido tocar no sagrado de cada um." (Martha Medeiros)

Cada pessoa tem o seu espaço sagrado, um cantinho onde somente o divino habita e conhece, muitos querem atravessá-lo no afã de conhecernos por inteiro, mas nunca conseguirão. Só revelo e deixo ser visto apenas o ângulo percebido, o todo nunca. Por isso nem tudo o que dizem a meu respeito é de todo verdade. Muitos manipulam nossos atos e comportamentos fazendo-nos ser o que não somos. Aprendi a pensar assim, me coloco mais confortável comigo mesmo e não traio a minha verdade, se é que esta eu também a conheço por inteiro. Sou sempre um caçador de mim como diz o poeta. Gosto de um bom papo e divirto-me muito com um bom livro. "Sou um devorador de livros". Sou amante da sabedoria e desligo-me do mundo quando coloco-me absorto em meus pensamentos. Acredito que a vida sempre nos leva a experimentar as consequências da nossa própria escolha. Não acredito em destino, acredito em escolhas!A vida é algo interessantíssimo de se viver quando descobrimos o belo debaixo dos escombros. Acredito que aceitar-se como ser humano cheio de limites e fraquezas é acima de tudo sinal de EQUILÍBRIO,PAZ CONSIGO MESMO E FELICIDADE. Assumir-se humano é uma forma de reivindicar o direito de ser homem. Só posso conhecer a Deus à medida que mergulho no mistério de ser o q sou, e neste processo encontro a oportunidade da minha constante recostrução. Não tenho medo de ser humano, sei q às vezes algumas pessoas se assustam por não compreenderem a minha história q às vezes fica oculta nas minhas ações e atitudes e por isso me julgam temerariamente. Então me pergunto:"Quem te colocou como meu juiz? Tu q és feito da mesma natureza q a minha?"
Quando nos compreendermos e nos aceitarmos, facilmente encontraremos o caminho da aceitação dos outros, dos seus avessos e contrários.Aprendi que os contrários não são em si um mal negativo mas forças que nos impulsionam a nos superarmos sempre. No contrário q existe em mim o divino perpassa, pena q são poucas pessoas q tem a sensibilidade de perceber. Não percebem porque ainda não aprenderam a olhar com os olhos de Jesus. Olhar o outro é fazer a experiência de perpassá-lo na sua superficialidade. Por que ser igual a todo mundo? Por que o diferente, o não convencional assusta, por que causa repulsa? Existe sempre uma beleza escondida do outro lado. A sombra só é reveladora na presença da luz. Os contrários são reveladores também. Existe um segredo em mim escondido no q eu às vezes não mostro. Existe em mim o desejo de ser completamente eu, revelar os avessos que existe em mim q também pode ser apreciado com a carícia e o cuidado de quem toma a vida alheia nas mãos para reverenciar e respeitar o desconhecido. O diferente também é belo, o não igual também é um jeito todo especial de não se deixar coagir. Se já sei o q sou e sabendo me aceitar, ofereço sempre para mim mesmo a oportunidade de a cada dia distanciar-me de mim, para o novo surgir. A vida humana é sempre novidade, nela não há espaço para a rotina. O ser humano é sempre um projeto infinito como diz o poeta.
Você me pergunta se eu acredito em Deus. Eu te pergunto: Que Deus?Tem sido minha missão te mostrar Deus no homem, pois somente no homem Ele pode existir, seja ele quem for. O divino quiz fazer morada no humano e é a este Deus que eu reverencio e me curvo.
Luciano Medrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário