Ao observar a minha vida eu percebo o quanto eu tenho que me comprometer comigo mesmo. O maior conforto que eu preciso buscar é está feliz comigo mesmo, é saber que sou sempre o ser humano que eu posso ser. Quero me olhar sem excessos. Quero me olhar com os meus olhos e não com olhos alheios que me deixam despido, destituído de mim mesmo e da verdade que sou. Em meus silêncios eu me encontro, me descubro e me reinvento porque sou feito de “feituras”. Preciso me enxergar com olhos de futuro e isso é maravilhoso. E assim eu vou tecendo a vida, reescrevendo a minha história. Eu Sou Sem Medo de Errar.

3 comentários: