RESPONDENDO A UM COMENTÁRIO

escravo

Olá, não consigo compreender sua colocação, mas a aceito. Aliás, ao publicar "qualquer coisa" em MEU BLOG sempre corro o risco, e isso é muito bom, de não ser aceito nos textos e conceitos que teço. Sei que não posso querer que muitos me acompanhem. É bom seguir sozinho. Às vezes eu vou só. Não tenho intenção em pastorear rebanhos.
Nunca coloquei palavras na boca de Deus porque sei que Ele aprendeu a falar muito antes de mim e de você. Ele não é homem é Deus. Nunca papagaio.
O pior cego não é aquele que não quer ver não, é aquele que mesmo sendo cego não aceita a sua cegueira.

Meu defeitos trago-os à vista não tenho medo de apresentá-los. Não os escondo. Assim é mais fácil tratá-los e deles cuidar. Pior são aqueles que enfiam seus defeitos embaixo do tapete e vivem amargamente uma pseudo felicidade.
Ser homossexual para mim não é defeito nenhum. É viver em paz com a minha verdade. Defeito é o conceito baixo que muitos trazem sobre a homossexualidade, que exclui, segrega e violenta.

Uso o Blog para expor meus pensamentos sem nenhuma intenção em ferir ninguém. Seu comentário foi muito infeliz e sinto muito por isso.
Obrigado pela atenção dispensada e a curiosidade em visitá-lo.

Ah, não sou escravo do tempo e de conceitos mesquinhos. É rídiculo ter que concordar com um filósofo quando disse: "Existem pessoas que são mais evoluídas" neste ponto quero ser uma delas.

Eu Sou Sem Medo de Errar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário