RESPONDENDO A UM TEXTO EM UM BLOG



Quando perguntas: "Por que um Deus se revestiria da incapacidade e fragilidade humanas? Qual o propósito de tudo isso?" Presumo sem nenhuma pretensão de esgotar ou chegar a uma verdade que interrompam as outras. Mas penso que este Deus se impôs a essa condição porque se apaixonou perdidamente pelo homem. Deus nos altos céus não hesitou em nenhum momento em experimentar as agruras e as delícias de ser humano. Não foi este o ser ao qual exclamou depois de o haver criado que não havia feito depois de tudo algo tão bom? Pois é, Deus quis ser humano, homem, húmus. Gosto quando Nietzsche desafia os conceitos tecidos sobre Deus e confunde as cabeças dos catedráticos teólogos, que

sentados discorrem argumentos sobre "Teo" impregnando suas marcas mais ferozes de preconceito, dissimulação e vãs teologias sobre moral e bons costumes. Pregoeiros de Deus castigam o povo como faraós exilando-nos do deleite do verdadeiro Deus, não esse apregoado cheio de soberba e infâmia, que castiga até a 10ª geração os que fogem as suas supostas leis. Foi este Deus que Nietzsche "condenou". Ele cresceu ouvindo do seu pai que era pastor Luterano, vindo a falecer quando este tinha 5 anos, um Deus muito punitivo e castigador, referência que continuou a ser internalizada pela sua mãe. Era impossível para ele conceber e amar esse Deus. Por isso seus escritos estão cheios de caminhos que apontam para aqueles que de fato mataram o Deus cristão com suas interpretações intempestivas, legalistas. Não acredito nestas pessoas que apregoam um Deus assim. Já somos condenados por tantos, como pode um Deus condenar. Ele é Salvador.
Hipocrisia, farisaísmo, tantos outros adjetivos que estão flutuando em nossas igrejas que nos fazem pelo menos a mim, ter nojo em adentrar o Templo Santo.
Retirem suas sandálias, gente torpe que contradiz e destrói as palavras do Cristo imprimindo em seu lugar as suas, seus conceitos moralizantes e puritanos impregnados de rapina e de conversas caiadas. Dêem espaço ao Evangelho, à misericórdia que vocês mesmos destruíram querendo tomar posse da cátedra que não é de vocês, impostores e "donos de Igreja" que sustentam as chaves de suas portas mas não tem a certeza de que tem as do céu.


Luciano Medrado. (Graduando em Licenciatura Plena em Pedagogia pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB - Campus de Jequié/BA.)

Contatos: luciano_medrado@hotmail.com (e-mail / msn)

Skype: luciano.medrado


Nenhum comentário:

Postar um comentário